29-08-2019

Antestreia para o público :: DOR E GLÓRIA, de Pedro Almodóvar

Antonio Banderas é Salvador Mallo, um cineasta em declínio. Alguns deles físicos, outros memórias: a sua infância nos anos 60, quando ele emigrou com os seus pais para Paterna, em busca de prosperidade, o primeiro desejo, o seu primeiro amor e em Madrid dos anos 80, a dor da ruptura desse amor quando ainda estava vivo e pulsante, escrevendo como única terapia para esquecer o inesquecível, a precoce descoberta do cinema e do vazio, o imensurável vazio diante da impossibilidade de continuar a filmar. Uma história que fala da criação, da dificuldade de separá-la da vida e das paixões que lhe dão sentido e esperança. Na recuperação do seu passado, Salvador encontra a urgente necessidade de narrá-lo e, nessa necessidade, encontra também a sua salvação. 

Numa sessão de antestreia para o público, DOR E GLÓRIA é exibido no Cinema Medeia Monumental, sábado, 31 de Agosto, às 21h30. 

  29-08-2019

ONDE ESTÁ VOCÊ, JOÃO GILBERTO?, de Georges Gachot

A última exibição do documentário que levou Georges Gachot partir em busca de João Gilberto acontece este domingo, 1 de Setembro, às 14h, nos Fins-de-semana no Monumental.

O realizador francês refaz as pegadas do escritor alemão Marc Fischer que procurou obsessivamente o legendário fundador da Bossa Nova, o músico brasileiro João Gilberto, que não era visto em público há décadas.

  29-08-2019

Sons de Verão: Maria Malibran

A secção Sons de Verão leva este sábado aos Fins-de-semana no Monumental dois momentos únicos:

Às 16h30, A MORTE DE MARIA MALIBRAN; a sétima longa-metragem de Werner Schroeter. A MORTE DE MARIA MALIBRAN é um dos filmes mais célebres e mais belos realizados por Werner Schroeter num período particularmente fecundo do seu trabalho. Inspirando-se no mito de uma célebre cantora de ópera de inícios do século XIX, "Der Tod der Maria Malibran" é um filme sobre os mitos da ópera, feito por um apaixonado pelo género, um filme sobre "a voz como extensão da vida, como veículo de libertação e de morte" (José Manuel Costa). Um dos mais belos filmes de um grande poeta do cinema, um dos raros cineastas verdadeiramente independentes. 

Filme legendado em inglês.

Às 19h, MALIBRAN REDISCOVERY – THE ROMANTIC REVOLUTION, um filme único de Michael Sturminger, que acompanha Cecilia Bartoli na homenagem à legendária cantora Maria Malibran, a primeira superstar feminina da história, musa dos compositores e deusa romântica, pelo olhar do público fascinado.

Filme legendado em inglês.

  29-08-2019

Mediterrâneo - Um Grito de Revolta: AMÉRICA, AMÉRICA, de Elia Kazan

A secção Mediterrâneo: Um Grito de Revolta prossegue pelos Fins-de-semana no Monumental fora e recebem este domingo, 1 de Setembro, AMÉRICA, AMÉRICA, de Elia Kazan. O realizador entra num novo ciclo da sua obra. O filme começa por ser um romance para o qual Kazan se inspirou na vida do tio, emigrante grego para os EUA, no começo do século XX. AMÉRICA, AMÉRICA acompanha a odisseia desse homem, através da Turquia, sujeito a tentações, abusos e violências, até ao porto para um barco que o leve à "terra prometida". O filme deveria ser a primeira parte de uma trilogia com que Kazan pretendia abordar a odisseia familiar fora e dentro dos EUA. Para ver às 16h15.

  29-08-2019

Sons de Verão: Barbara Hannigan

Domingo, 1 de Setembro, as núpcias de eros e thanatos revelam a sua irresistível atracção nos Fins-de-semana no Monumental em ALBAN BERG: LULU – Opera in three acts. Como um enigma inebriante, e fatal para os que se aproximam, Lulu guarda o seu segredo até à morte. Amor louco ou vulgaridade humiliante - ela suscita o excesso. A realidade desorientada. A obra de Frank Wedeking é como um terreno fértil, poético à sua medida, para a criação desta ópera surpreendente assinada por Alban Berg, que figura entre as obras-primas do século XX, e que foi deixada inacabada por causa da sua morte em 1935. Através da encenação primordial de Krzysztof Warlikowski, mergulhamos nas profundezas da psique humana e enfrentamos Lulu como o mais comovente requiem “à memória de um anjo”. A soprano canadiana Barbara Hannigan brinda-nos com uma interpretação magnífica, num papel inesquecível de protagonista, para ver às 19h30.

Legendado em inglês.