19-09-2018

O CADERNO NEGRO, de Valeria Sarmiento em competição no Festival de Cinema de San Sebastián

É o único filme português na competição principal de um festival de classe A este ano. Está na Selecção Oficial em Competição do Festival de San Sebastián, que começa esta sexta-feira, 21 de Setembro. A primeira apresentação do filme, que compete pela Concha de Ouro, acontecerá na próxima segunda-feira, 24 de Setembro.

  12-09-2018

Fomos ao cinema com o poeta Ricardo Marques.

EQUINÓCIO DE OUTONO ou 'O meu pai tinha razão'
(este texto não contém spoilers)

Quando, há alguns anos, visitei com o meu pai uma exposição antológica sobre a obra de Almada Negreiros, deparámo-nos com um cartaz com a famosa frase: "A alegria é a coisa mais séria do mundo". Para o meu pai foi amor à primeira vista, e sempre que nos encontrámos desde então lembrámos essa frase, no mínimo, icónica. 

...

  11-09-2018

Antestreia - BOOM FOR REAL: A Adolescência Tardia de Jean-Michel Basquiat - 12 de Setembro, no Cinema Monumental

A Leopardo Filmes apresenta: BOOM FOR REAL: A Adolescência Tardia de Jean-Michel Basquiat, o mais recente filme de Sara Driver, um empolgante documentário que retrata a vida de Basquiat antes de ser Basquiat, numa Nova-Iorque estrepitante, em plena mutação cultural onde vemos desfilar Lou Reed e os Velvet Underground, o realizador Jim Jarmush, o escritor de Naked Lunch, William Burroughs, o saxofonista John Lurie e The Lounge Lizards, a fotógrafa Nan Goldin, o escritor Luc Sante, o extravagante contra-tenor alemão, Klaus Nomi, o artista Joseph Beuys, Andy Warhol, entre outros maiores da cena nova-iorquina dos finais da década de 70, inícios de 80.) Um work-in-progress acerca de um dos mais importantes artistas americanos do século XX, conhecido pelas suas obras neo-expressionistas e pelo graffiti.

  24-08-2018

Cinema Francês - Os Grandes Mestres 1930-1960 no Teatro Campo Alegre

A nova temporada de cinema do Teatro Campo Alegre promete ser forte. Durante 40 dias (de 1 de Setembro a 10 de Outubro), assistiremos a um extenso ciclo dedicado aos grandes realizadores do cinema francês dos anos 30, 40 e 50, aqueles que “alimentaram a geração da Nouvelle-Vague”, aqueles que abraçaram o cinema nas “suas expressões mais conscientes”, para usar uma expressão de Serge Daney, aqueles que “mudaram as formas” do cinema e por isso influenciaram todos os outros cineastas.

  22-08-2018

3ª Parte: CINEMA FRANCÊS – CICLO «OS GRANDES MESTRES 1930-60» chega ao Espaço Nimas a 23 de Agosto

De 23 de Agosto a 12 de Setembro iniciamos a 3ª parte do Ciclo de Cinema Francês: «Os Grandes Mestres 1930-60» (Os “padrinhos” da Nouvelle Vague), no Espaço Nimas. Sasha Guitry, Jacques Becker, Jean Cocteau, Robert Bresson são os quatro realizadores que compõem esta terceira secção do Ciclo.