13-10-2016

JOÃO PEDRO RODRIGUES apresenta antestreia de O ORNITÓLOGO – 17 de Outubro

O ORNITÓLOGO, premiado filme de JOÃO PEDRO RODRIGUES, será exibido em antestreia na próxima segunda-feira, 17 de Outubro, às 21h45, no cinema Medeia Monumental. Esta antestreia contará com a presença do realizador e da equipa do filme. Os bilhetes já estão à venda.

  13-10-2016

MOSTRA DE CINEMA COREANO no Espaço Nimas

A MOSTRA DE CINEMA COREANO realiza-se no ESPAÇO NIMAS, em Lisboa, de 27 de Outubro a 3 de Novembro, apresentando uma selecção de 10 filmes. Entre os filmes que serão exibidos estarão “A nossa Sunhee” de Hong Sang-soo, “JSA (Joint Security Area)” de Park Chan-wook, “Sonho (Dream)” de Kim Ki-duk, os três realizadores mais aclamados e galardoados nos principais festivais internacionais de cinema, além de uma película de detectives “Veterano” de Ryoo Seung-wan, o filme mais visto na Coreia em 2015 (mais de 13 milhões de espectadores).

  13-10-2016

Cinemas Medeia recebem 10ª edição do Lisbon & Estoril Film Festival

Entre 4 e 13 de Novembro, o Cinema Medeia Monumental e o Espaço Nimas, em Lisboa, voltam a ser palco de algumas das sessões mais marcantes do Lisbon & Estoril Film Festival, que celebra este ano a sua décima edição.

  07-10-2016

Polícia Marítima Portuguesa na estreia de FOGO NO MAR – 13 de Outubro, 21h30, ESPAÇO NIMAS

FOGO NO MAR, documentário vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim, chega aos cinemas a 13 de Outubro, e no dia da estreia o ESPAÇO NIMAS recebe uma sessão especial às 21h30, na qual haverá uma conversa no final com o Agente Pascoal Rocha, da Polícia Marítima (chefe de equipa na missão “Poseidon Sea” na Grécia).

  03-10-2016

Documentário FOGO NO MAR estreia-se a 13 de Outubro nos cinemas

Vencedor do Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim, um dos mais prestigiados festivais de cinema, o documentário de Gianfranco Rosi retrata a crise de refugiados na Europa a partir da Ilha italiana de Lampedusa.
FOGO NO MAR foi considerado “urgente e necessário” pela actriz e presidente do Júri do festival alemão Meryl Streep na entrega do maior prémio do concurso. A obra de Gianfranco Rosi recebeu outras três distinções durante o certame - Prémio do Júri Ecuménico, Prémio da Amnistia Internacional e o Prémio do jornal Berliner Morgenpost.