Notícias

Voltar
  Mais informação >>
13-04-2018

Amor & Intimidade – Sessão: O Coração Fantasma

O ciclo comentado Amor & Intimidade continua no próximo dia 18 de Abril, quarta-feira, pelas 19h15 no Espaço Nimas em Lisboa, com a exibição de O Coração Fantasma (1996) de Philippe Garrel.
A sessão contará com um debate entre Ana Isabel Strindberg (programadora) e Manuel Villaverde Cabral (sociólogo e historiador); a moderação será de Sabrina D. Marques, uma das curadoras deste ciclo.

O CORAÇÃO FANTASMA
de Philippe Garrel
Argumento e diálogos de Marc Cholodenko, Philippe Garrel, Noémie Lvovsky
com Luis Rego, Aurélia Alcaïs, Maurice Garrel
França, 1996 – 87 min / legendado em português | M/12

Festival Internacional de Locarno 1996

Philippe é um pintor de meia idade e vive com Annie, com quem tem dois filhos. Assim que o casal rompe, Philippe conhece Justine. Ele começa a pensar sobre o amor, a relação entre antigos amantes.

«Histórias familiares e cruzamentos autobiográficos, numa espécie de melodrama ressequido onde têm especial importância as presenças de Maurice Garrel e de Luís Rego, ator “redescoberto” por Philippe Garrel. LE COEUR FANTÔME (produzido por Paulo Branco) é atravessado pelos belos fantasmas do cinema de Garrel, onde se ouve dizer que “o risco de amar é o risco de morrer”. Foi um dos últimos trabalhos de Raoul Coutard, cuja filmografia de longa-metragem termina com outro Garrel, SAUVAGE INNOCENCE (2001).»
Cinemateca Portuguesa

«(…) retrato da voragem sentimental (…)»
Pedro Marta Santos, Sábado

«Garrel retoma a litania de perguntas antigas e dúvidas permanentes: Paternidade, Felicidade, Luto, Trabalho. E além das categorias, ou cobrindo todas elas: Amor, isto é, o medo de não ser amado, quando as provas dadas não são suficientes; em seguida, a falta de amor em si mesmo e, finalmente, o sentimento resignado que não há amor em tudo, mas então não, nada: uma pilha de cinzas mal aqueceu e logo arrefecida, que um golpe de vento fresco varre no peito: o coração fantasma.»
Didier Péron, Libération

Organização: Cluster Photography and Film Studies – Instituto de História da Arte da FCSH-NOVA, Medeia Filmes e Leopardo Filmes
Curadoria: Bruno Marques, Cláudia Madeira, Luís Mendonça, Mariana Gaspar e Sabrina D. Marques.

Bilhetes: 5 euros | Classificação: M/12