O Cinema de Bong Joon Ho — Cinema Medeia Nimas

29.07 25.08

Cinema Medeia Nimas - Lisboa

Uma das vozes mais originais e autênticas do cinema contemporâneo, Bong Joon Ho tem construído, nas últimas décadas, uma obra inteligente e emocionante, com uma forte componente social, apresentada através de metáforas e um humor mordaz.


A sua primeira longa-metragem, a comédia negra Cão Que Ladra Não Morde, anuncia já muitos dos temas que viriam a tornar-se centrais na sua obra, e tem como ponto de partida um professor que, irritado com o ladrar de um cão no seu prédio, decide tomar medidas drásticas. Memórias de Um Assassino, um dos grandes thrillers policiais do século XXI, inspira-se nos primeiros assassínios em série na Coreia do Sul para contar a história de dois detectives que investigam uma série de violações e assassinatos de jovens mulheres entre 1986 e 1991, nos arredores de Seul. Mother – Uma Força Única é um retrato de amor maternal compulsivo que leva uma mãe ao limite para provar que o seu filho não é culpado do crime de que é acusado. Já Snowpiercer: Expresso do Amanhã, o primeiro filme em língua inglesa do realizador, conta com interpretações de Tilda Swinton, Chris Evans e John Hurt, e apresenta uma desoladora visão do futuro na qual, após um desastre climático, os únicos sobreviventes no planeta co-habitam num enorme comboio onde se instalou um rígido sistema de classes. Parasitas, um dos filmes mais marcantes dos últimos anos e o primeiro filme de língua não-inglesa a vencer o Óscar de Melhor Filme, dispensa apresentações e chega-nos agora, por opção do realizador, numa assombrosa versão a preto e branco, cuja dualidade cromática acentua as desigualdades sociais que o filme explora.