A actriz Isabel Ruth apresenta A TÁVOLA DE ROCHA, o filme de Samuel Barbosa sobre Paulo Rocha

Isabel Ruth é uma das grandes actrizes do cinema português. Está ligada à obra de Paulo Rocha, desde o início, desde Os Verdes Anos. E foi uma presença constante na obra do realizador, até ao seu último filme.

Cinema Nimas, 19 de Janeiro, 19h – Sessão apresentada pela actriz Isabel Ruth


Samuel Barbosa trabalhou durante largos anos com Paulo Rocha, desde Vanitas (2004) ao filme final Se Eu Fosse Ladrão... Roubava (2013). E há vários anos que tem trabalhado neste documentário, onde nos propõe um reencontro com o cinema de Rocha, as personagens, os lugares, os décors, e as pessoas, os actores, os artistas, os amigos que nos testemunham as ricas experiências com o autor de Os Verdes Anos e Ilha dos Amores. Samuel Barbosa mostra-nos ainda imagens inéditas, do arquivo de Rocha e de arquivos japoneses (o realizador viveu vários anos no Japão, onde foi adido cultural e trabalhou em alguns dos seus filmes). Uma oportunidade para voltarmos à obra de um dos maiores cineastas do moderno cinema português.


Festival de Locarno, Selecção Oficial


«Esta sedutora reavaliação da obra como um todo não é o único mérito de A Távola de Rocha, que cose com elegância material dos filmes do cineasta, imagens caseiras e arquivos de repérages e múltiplas entrevistas que deu em vida. É que, depois, há os depoimentos de três colaboradores centrais e regulares: a actriz e musa Isabel Ruth, a argumentista e escritora Regina Guimarães, e o actor-cúmplice Luís Miguel Cintra, desvendando memórias de trabalho, de experiências de vida, de aprendizagem, de descoberta. Numa decisão certeira, Barbosa e o montador Tomás Baltazar não “retalham” as suas palavras, mantendo os planos intactos, inteiros, durante o tempo necessário para que a sua evidente admiração e amor por Paulo Rocha crie, por acumulação, um paciente retrato refractado de uma figura gigantesca do cinema português.»


Jorge Mourinha, Ípsilon – Público

Filme relacionado: