Estreia | Cópias Restauradas de Michelangelo Antonioni

O ciclo dedicado ao cineasta Michelangelo Antonioni, que conta com 7 filmes em cópias digitais restauradas, terá o seu arranque no dia 26 de Agosto, quinta-feira, no Cinema Medeia Nimas, em Lisboa.

A obra de Antonioni caracteriza-se por uma impressionante composição visual, não raro apresentando um cenário que estabelece uma íntima relação com as personagens, reflectindo as suas angústias e perturbações, bem como a alienação do indivíduo na era moderna.


Além de O Grito (1957), o primeiro filme a ser exibido, fazem parte do ciclo Escândalo de Amor (1950), A Aventura (1960), A Noite (1961), O Eclipse (1962), O Deserto Vermelho (1964) e Identificação de uma Mulher (1982), obras basilares do cinema, e agora em cópias digitais restauradas. 


Ao longo do mês de Setembro, serão também exibidos, no Cinema Medeia Nimas, os filmes Blow-Up – História de um Fotógrafo (1966), Zabriskie Point (1970) e Profissão: Repórter (1975), em sessões especiais. 


Relembramos ainda que, a partir de 1 de Setembro, este ciclo organizado pela Leopardo Filmes em colaboração com a Medeia Filmes, estará também em exibição no Teatro Campo Alegre, no Porto; no Cinema Charlot, em Setúbal; no Teatro Académico de Gil Vicente, em Coimbra; no Theatro Circo de Braga; e no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz. 


- Cinema Medeia Nimas, Lisboa – a partir de 26 de Agosto;
- Teatro Campo Alegre, Porto – a partir de 1 de Setembro;
- Theatro Circo, Braga – a partir de 30 de Agosto;
- Cinema Charlot, Setúbal – a partir de 2 de Setembro;
- Centro de Artes e Espectáculos, Figueira da Foz – a partir de 9 de Setembro.