Quarentena Cinéfila Medeia Filmes – Raridades – 2ª Fase

O confinamento prolonga-se e as salas de cinema continuam fechadas. Por isso, a Medeia Filmes, com a colaboração da Leopardo Filmes, continua também a sua Quarentena Cinéfila online e gratuita no seu site, mantendo-se assim próxima dos espectadores das suas salas.


E a partir de 11 de Fevereiro apresentamos uma segunda fase do programa Raridades, com mais 5 filmes: EU E TU (2012), de Bernardo Bertolucci; A UMA HORA INCERTA (2015), de Carlos Saboga; ROAD TO NOWHERE - SEM DESTINO (2010), de Monte Hellman; BOOM FOR REAL - A ADOLESCÊNCIA TARDIA DE JEAN-MICHEL BASQUIAT (2017), de Sara Driver; e ASAS (1966), de Larisa Shepitko.

Mantemos o ritmo de duas obras por semana, começando com EU E TU, a 11 de Fevereiro. Selecção Oficial - Fora de Competição no Festival de Cannes, onde ganhou aura de acontecimento, este foi o filme derradeiro de um dos maiores cineastas do último meio século, Bernardo Bertolucci, e é seguramente um dos seus grandes filmes, um “filme admirável”, onde “volta a lidar com os dramas mais íntimos da juventude” (João Lopes, DN);


continuamos a quarentena com cinema português: A UMA HORA INCERTA, com realização e argumento de Carlos Saboga, é uma produção da Leopardo Filmes premiada na Viennale, protagonizada por Joana Ribeiro, Paulo Pires e Judith Davis (e que conta ainda com Pedro Lima, Grégoire Leprince-Ringuet, Filipa Areosa e Ana Padrão), com fotografia de Mário Barroso. É o retrato de um Portugal fechado durante a ditadura salazarista, e, paradoxalmente, de uma Lisboa onde chegavam muitos refugiados de guerra, na esperança de poder embarcar para a América;


o programa continua com ROAD TO NOWHERE – SEM DESTINO, de Monte Hellman, Leão de Ouro Especial no Festival de Veneza. «Objecto vindo de lugar nenhum, autêntico "monólito negro" na paisagem do cinema americano contemporâneo, "Road to Nowhere" só pode ser comparado com algum Lynch» (Luís Miguel Oliveira, Público);


em seguida veremos BOOM FOR REAL - A ADOLESCÊNCIA TARDIA DE JEAN-MICHEL BASQUIAT, de Sara Driver. Um documentário que retrata os anos anteriores à fama do célebre artista americano Jean-Michel Basquiat, e a forma como a cidade de Nova Iorque, os seus habitantes, e as mutações da cultura artística de finais da década de 1970 e inícios da de 1980 moldaram a sua visão. O filme fez parte da Selecção Oficial do Festival de Toronto, que destacava: «A cineasta Sara Driver traz uma nova perspectiva à vida desta figura brilhante durante os seus anos de formação, quando era um adolescente sem-abrigo na cidade de Nova Iorque.»;


encerramos esta segunda parte de Raridades com ASAS, o primeiro filme de Larisa Shepitko, uma das mais fascinantes e talentosas cineastas russas dos anos 60/70. ASAS é um filme sobre uma Rússia em “transição” e onde ressalta um fosso geracional, um retrato delicado de uma mulher que olha para o seu passado glorioso (quase sempre com um humor surpreendente) em confronto com um presente que a “sufoca”, e que gerou na altura um imenso debate.


P.S. Relembramos que esta quinta-feira e na próxima segunda ainda teremos os filmes O PEQUENO QUINQUIN, de Bruno Dumont (4 a 8 de Fevereiro) e ALGUNS DIAS EM SETEMBRO, de Santiago Amigorena (8 a 11 de Fevereiro) da primeira fase da Quarentena. E que lançámos o desafio aos espectadores com menos de 25 anos para escreverem textos sobre os filmes; os autores dos melhores textos receberão 3 conjuntos de DVD editados pela Leopardo Filmes.


A partir de 11 de Fevereiro
EU E TU (2012), de Bernardo Bertolucci
Com: Jacopo Olmo Antinori, Tea Falco, Sonia Bergamasco
Lorenzo é um jovem solitário de 14 anos, diferente dos outros. Um dia, engana os pais e falta a uma viagem escolar para realizar o sonho de se esconder numa cave abandonada do prédio onde mora. Durante uma semana, pode finalmente evitar todos os conflitos e as pressões e comportar-se como um adolescente dito normal. A chegada inesperada da meia-irmã Olivia vai mudar tudo.
Disponível a partir das 12:00h de dia 11 de Fevereiro, até às 11:59h de dia 15


A partir de 15 de Fevereiro

A UMA HORA INCERTA (2015), de Carlos Saboga
Com: Joana Ribeiro, Paulo Pires, Judith Davis, Grégorie Leprince-Ringuet
1942. No Portugal salazarista, dois refugiados franceses, Boris e Laura, são presos. O inspector Vargas, sentindo-se atraído pela jovem mulher, decide escondê-los em sua casa: um hotel vazio onde vive com a filha, Ilda, e a mulher, gravemente doente. Ilda descobre a presença dos refugiados e, consumida pelo ciúme, tenta fazê-los desaparecer a todo o custo...
Disponível a partir das 12:00h de dia 15 de Fevereiro, até às 11:59h de dia 18


A partir de 18 de Fevereiro

ROAD TO NOWHERE – SEM DESTINO (2010), de Monte Hellman
Com: Tygh Runyan , Dominique Swain, Shannyn Sossamon, John Diehl
Um cineasta encontrou a matéria perfeita para a sua obra-prima: a história verídica da bela e misteriosa Velma Duran. Mas ao recriar o cenário trágico da sua morte, o jovem realizador percebe que nada sobre este caso é o que parece...
Disponível a partir das 12:00h de dia 18 de Fevereiro, até às 11:59h de dia 22


A partir de 22 de Fevereiro

BOOM FOR REAL - A ADOLESCÊNCIA TARDIA DE JEAN-MICHEL BASQUIAT (2017), de Sara Driver
Um documentário que retrata os anos anteriores à fama do célebre artista americano Jean-Michel Basquiat, e a forma como a cidade de Nova Iorque, os seus habitantes, e as mutações da cultura artística de finais da década de 1970 e inícios da de 1980 moldaram a sua visão.
Disponível a partir das 12:00h de dia 22 de Fevereiro, até às 11:59h de dia 25


A partir de 25 de Fevereiro

ASAS (1966), de Larisa Shepitko
Com: Maya Bulgakova, Sergey Nikonenko, Zhanna Bolotova, Pantelejmon Krymov
Nadezhda Petrukhina viveu em tempos dias gloriosos como piloto durante a Segunda Guerra Mundial. Agora, como directora de uma escola, lida com o sufoco e o aborrecimento do dia-a-dia.
Disponível a partir das 12:00h de dia 25 de Fevereiro, até às 11:59h de dia 1 de Março


Medeia Filmes e Leopardo Filmes