O Charme Discreto da Burguesia

de Luis Buñuel

com Fernando Rey, Delphine Seyrig, Stéphane Audran, Jean-Pierre Cassel

  • Le charme discret de la bourgeosie | 
  • 1h 42min | 
  • M/12 | 
  • 1972 | 
  • estreia 11.06.2020

sinopse

Os Thevenot e um embaixador vão jantar a casa dos Sénechal, mas enganam-se na data do convite. Vão então a um restaurante, onde também não comem devido à morte súbita do dono. Os Sénechal reiteram o convite para jantar, mas uma súbita vontade de fazer amor obriga a que cheguem atrasados e falhem novamente a refeição. Pelo meio, diversos episódios sucedem: o sonho do sargento, o assassínio de um moribundo por um bispo, a interrupção por misteriosos intrusos ou gangsters. O humor do efeito de repetição acaba por se transformar num angustiante jogo de massacre. À altura da estreia, Robert Benayoun escreveu na Positif que “Buñuel é o único realizador no mundo de quem se pode dizer que cada novo filme é sempre o melhor”. O CHARME DISCRETO DA BURGUESIA é uma fabulosa e virulenta sátira à burguesia.


Cópia Digital Restaurada

  • 1972 | 
  • Comédia | 
  • Longa-metragem | 
  • 1h 42min | 
  • M/12 | 
  • França

estreia 11.06.2020

biografia do realizador

LUIS BUÑUEL (Calanda, Espanha, 1900 — Cidade do México, 1983), cineasta e escritor, foi considerado o primeiro a realizar um filme inteiramente surrealista, escrito e realizado em conjunto com o pintor Salvador Dalí, e que seria o seu primeiro filme, UN CHIEN ANDALOU (1929). UN CHIEN ANDALOU só seria possível devido a dinheiro emprestado pela sua mãe. Mas antes de experimentar o trabalho de realização, já tinha pisado os terrenos do cinema quando, no início dos anos 20, trabalha em Paris como assistente do realizador Jean Epstein. Segundo Octavio Paz, o trabalho de Buñuel é “o casamento entre a imagem fílmica e a imagem poética, criando uma nova realidade… escandalosa e subversiva”.

ficha técnica

Fernando Rey
Delphine Seyrig
Stéphane Audran
Jean-Pierre Cassel
Paul Frankeur
Bulle Ogier
Julien Bertheau
Claude Piéplu
Michel Piccoli


Realização: Luis Buñuel

Argumento: Luis Buñuel e Jean-Claude Carrière, baseado numa ideia original de Luis Buñuel

Direcção de Fotografia: Edmond Richard

Décors: Pierre Guffroy

Guarda-Roupa: Jacqueline Guyot

Som: Guy Villette

Montagem: Helène Plémiannikov

Arranjo Musical: Luis Buñuel

próximas datas

Lisboa
  1. 16.07.2020
    quinta-feira
    • 21:30
    Cópia Digital Restaurada
  1. 29.07.2020
    quarta-feira
    • 16:00
    Cópia Digital Restaurada
Braga
  1. 20.07.2020
    segunda-feira
    • 21:30
    Cópia digital restaurada