O Estádio de Wimbledon

de Mathieu Amalric

com Jeanne Balibar, Esther Gorintin, Anna Prucnal

  • Le stade de Wimbledon | 
  • 1h 09min | 
  • M/12 | 
  • 2001 | 
  • estreia 04.10.2002

sinopse

Uma jovem mulher parte para Trieste na senda dos traços de um homem, morto há pouco tempo, e procura as pessoas que o puderam conhecer.

A partir das questões que coloca, ela parece sobretudo procurar saber porquê este homem, grande intelectual, amigo dos escritores, nada escreveu ele próprio.

Ao longo da viagens uma figura precisa-se, mas a procura dilata-se, o pretexto desvanece-se em benefício de uma certeza nascente. E será que ela ficará neste estádio?

  • 2001 | 
  • Drama | 
  • Longa-metragem | 
  • 1h 09min | 
  • M/12 | 
  • França

estreia 04.10.2002

biografia do realizador

Mathieu Amalric é um actor e realizador francês. Realizou a sua primeira curta-metragem em meados dos anos 80, Marre de café, e de seguida Sans Rires (1991), filme que apresentou no Festival Premiers Plans d’Angers. Nesta ocasião, encontrou Arnaud Desplechin, que lhe ofereceu, anos mais tarde, um papel em Comment je me suis disputé…(ma vie sexuelle), filme que lhe valeu o César de Melhor Actor Revelação em 1997. No mesmo ano, realiza a sua primeira longa-metragem autobiográfica, Mange ta soupe.

Também cortejado pelo cinema americano, participou em Munique de Steven Spielberg, O Escafandro e a Borboleta de Julian Schnabel e, mais recentemente, em The Grand Budapest Hotel de Wes Anderson.

Regressou à realização em 2010 com Tournée, premiado com o Prémio de Melhor Realização no Festival de Cannes. No Festival de Cannes, Barbara venceu o Prémio Poesia no Cinema na secção Un Certain Regard.

ficha técnica

Jeanne Balibar

Esther Gorintin
Anna Prucnal
Ariella Reggio
Peter Hudson


Realizador: Mathieu Amalric
Argumento: Mathieu Amalric
Fotografia: Christophe Beaucarne
Produtora: Gemini Filmes