Peixe-Lua

de José Álvaro Morais

com Beatriz Batarda, Marcello Urgeghe, Ricardo Aibéo, Francisco Rabal

  • Peixe-Lua | 
  • 1h 59min | 
  • M/12 | Cópia 35mm | 
  • 2000 | 
  • estreia 06.01.2000

sinopse

A obra de José Álvaro Morais (1943-2004) é uma das mais ricas da história do cinema português. Roubado prematuramente à vida quando tudo parecia finalmente encaminhar-se para filmar com mais regularidade, depois do encontro com Paulo Branco em Peixe-Lua (2000), José Álvaro Morais desaparecia precocemente, aos 60 anos, a 30 de Janeiro de 2004, pouco depois da estreia de Quaresma (2003).


O cineasta descrevia assim Peixe-Lua: “um filme com personagens em desequilíbrio para a frente, uns mais enérgicos e outros mais preguiçosos. Que a meio parece transformar-se em road-movie mas que, afinal, volta ao ponto de partida. Aparentemente. É um filme de Verão, de Verões. Há duas épocas no filme, dois Verões separados por meia-dúzia de anos, os anos do fim da juventude, o tempo que os personagens levam a aperceber-se de que estão a ficar sós."


30 de Janeiro, 16h15 – In Memoriam JOSÉ ÁLVARO MORAIS 

Presença do produtor Paulo Branco e dos actor Marcello Urgeghe, entre outros

  • 2000 | 
  • Drama | 
  • Longa-metragem | 
  • 1h 59min | 
  • M/12 | Cópia 35mm | 
  • Portugal, Espanha, França

estreia 06.01.2000

próximas datas

Lisboa
  1. 30.01.2022
    domingo
    • 16:15 *
    In Memoriam JOSÉ ÁLVARO MORAIS — Presença do produtor Paulo Branco e do actor Marcello Urgeghe, entre outros
    Cópia 35mm