Sessão especial | Paulo Branco apresenta… A CATIVA de Chantal Akerman

Esta noite, às 21h15, Paulo Branco conta ao público as aventuras, peripécias e curiosidades de mais uma produção sua. Enquadrado no programa “Paulo Branco apresenta”, este momento de partilha incide na exibição de A CATIVA de Chantal Akerman.

Akerman dá-nos a conhecer Ariane, que vive em casa de Simon, num grande apartamento parisiense, sob vigilância. Ele quer saber tudo sobre ela, acompanha-a onde quer que ela vá, procura surpreendê-la e submete-a a incessantes perguntas. Mas apesar disso, Ariane consegue arranjar para si um espaço de liberdade física e mental. Enquanto isso Simon sofre e, até nos momentos em que pensa possuí-la completamente, ela escapa-lhe cada vez mais. O facto de saber que Ariane sente uma grande atracção por mulheres, leva-o a imaginar que ela tem uma vida dupla, e só serve para aumentar o seu sofrimento e o seu desejo por ela. Mas não é apenas a atracção de Ariane por mulheres, nem as diferenças entre sexos que tornam os seus pedidos impossíveis - pedidos de fusão total, de osmose, de um desejo obsessivo de penetrar completamente a subjectividade do outro. É também o facto de que o outro é um outro, irrefutavelmente outro. O outro é um estranho e Ariane permanecerá sempre impenetrável para ele. É uma história de dois amantes. E por isso mesmo uma história trágica.

Filme relacionado: