A Febre Sobe em El Pao

de Luis Buñuel

com Gérard Philipe, Maria Félix, Jean Servais, Tito Junco

  • La Fièvre Monte à El Pao | 
  • 100 min | 
  • M/12 | 
  • 1959 | 
  • estreia 11.06.2020

sinopse

Num país imaginário da América latina, Ramón Vázquez, um idealista, está secretamente apaixonado por Inés Vargas, mulher do seu superior hierárquico, governador e director da prisão. Vargas é assassinado, provocando uma sangrenta repressão conduzida por Gual. Para Gual, Vázquez é um suspeito. Gual tenta seduzir Inés e chantageia-a, dizendo-lhe que se dormir com ele deixará Vázquez em paz. Cardenas, um jurista que foi professor de Vázquez, é preso e morre na prisão. Vázquez acalma os ânimos e, em virtude de conseguir abrandar a espiral da revolta, sobe na hierarquia do regime. Manda soldados prenderem Inés - que tentou matar Gual - mas, desobedecendo às suas ordens, eles matam-na.

  • 1959 | 
  • Drama | 
  • Longa-metragem | 
  • 100 min | 
  • M/12 | 
  • França, México

estreia 11.06.2020

biografia do realizador

LUIS BUÑUEL (Calanda, Espanha, 1900 — Cidade do México, 1983), cineasta e escritor, foi considerado o primeiro a realizar um filme inteiramente surrealista, escrito e realizado em conjunto com o pintor Salvador Dalí, e que seria o seu primeiro filme, UN CHIEN ANDALOU (1929). UN CHIEN ANDALOU só seria possível devido a dinheiro emprestado pela sua mãe. Mas antes de experimentar o trabalho de realização, já tinha pisado os terrenos do cinema quando, no início dos anos 20, trabalha em Paris como assistente do realizador Jean Epstein. Segundo Octavio Paz, o trabalho de Buñuel é “o casamento entre a imagem fílmica e a imagem poética, criando uma nova realidade… escandalosa e subversiva”.

ficha técnica

Gérard Philipe
Maria Félix
Jean Servais
Tito Junco
Raúl Dantés
Roberto Cañedo


Realização - Luis Buñuel
Argumento - Luis Buñuel, Luis Alcoriza, Louis Sapin e Charles Dorat
baseado no romance homónimo de Henri Castillou
Director de Fotografia - Gabriel Figueroa
Música - Paul Misraki
Decoração - Jorge Fernandez e Pablo Galván
Som - W. Robert Sivel
Montagem - James Cuenet (versão francesa) e Rafael Ceballos (versão mexicana)
Produtor: Raymond Borderie

próximas datas